Tim Burton e seu país das maravilhas

Os filmes de Tim Burton são inconfundíveis. Com seu estilo único de ver o mundo, seus filmes são sempre extravagantes, multi-coloridos e ao mesmo tempo sombrios. Mas, pelo menos para mim, são adoráveis.Contos de fadas meio distorcidos, histórias de assassinos romantizados, cadáveres transformados em adoráveis criaturas, sua filmografia é algo notável.

Quem não se encantou com Edward Mãos de Tesoura (1990)? Quem não riu com Os Fantasmas Se Divertem(1988)? Quem não conhece A Lenda do Cavaleiro Sem Cabeça(1999), Peixe Grande e Suas Histórias Maravilhosas(2003)? Quem não se encantou com A Fantástica Fábrica de Chocolate e com A noiva-cadáver, ambos de 2005?
A amizade entre o cineasta e o excêntrico ator Johnny Depp acaba se refletindo nas telas e a parceria se faz presente na maioria dos filmes de Tim Burton. Até sua companheira, a atriz Helena Bonham Carter é um tanto excêntrica e marca presença nos filmes do cineasta. E até mesmo em musicais ele se aventurou ao dirigir sua mulher e o amigo Johnny Depp em Sweeney Todd: O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet.

Esta semana foram divulgados os cartazes do próximo filme de Tim Burton, Alice no País das Maravilhas. O filme contará com a presença de Johnny Depp no papel do Chapeleiro Maluco, Anne Hathaway como Rainha Branca, Helena Bonham Carter como Rainha de Copas e Mia Wasikowska como Alice.

Obviamente, o filme não será nada convencional, principalmente a se julgar pelas primeiras imagens. Mas para quem conhece e curte o trabalho de Tim Burton, vale a pena esperar para ver o resultado.
Confira abaixo algumas imagens.

One Comment

  1. Ah… Tim Burton! Eu acompanho seus filmes desde sempre, e aguardo ansiosamente esse filme há um bom tempo!!! Que venha Alice, e o coelho, e o gato, e o maravilhoso Depp!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>