2010. O que você vai fazer dele?

Mais um ano se inicia, e cada um tem seus rituais na virada. Muitos pulam sete ondas na praia de Copacabana, comem lentilha, romãs, fazem oferendas para Iemanjá, e por aí vai. Tudo com o intuito de atrair somente energias positivas para o novo ano.

Superstição, cada um tem a sua, e a fé pode mover montanhas. Mas todos sabemos que nada cai do céu. Então eu pergunto, o que você pretende fazer do seu ano? Contar com a sorte? Que tal fazer diferente: ser a sua própria sorte?

Isso não tem nada a ver com energias cósmicas, superstições, ou a cor da calcinha que você usou na virada do ano. Isso tem a ver com atitudes.

Primeiro e mais importante de tudo é decidir ser feliz. A vida não é nada fácil (aliás ninguém disse que seria) ninguém está livre do sofrer, chorar, ter problemas. Mas como um querido amigo me disse uma vez “Tudo depende da maneira como você encara e supera os problemas”. E acabei percebendo que ele tem razão. 🙂

Me aconteceram muitas coisas na vida, muitas coisas tristes pra valer, e eu me reservei o direito de sofrer por elas, ter meu luto, me permiti me recuperar de coisas que só o tempo cura e outras aprendi a conviver. Meu ano de 2009 não foi dos melhores (na verdade tive outros muitos piores), mas decidi que é momento de deixar o passado exatamente no lugar a que ele pertence.

Sendo assim, minha resolução de ano novo é simples e puramente ser feliz. Me divertir com tudo o que fizer, encarar meus dias com leveza no coração, passar mais tempo com meus amigos, me dedicar à minha carreira, mas acima de tudo me divertir muito.

E para que isso aconteça da maneira que desejo e mereço, preciso cortar da minha vida tudo aquilo que me faz mal, e isso, meus caros amigos, é libertador. Dizer não àquilo que é ruim pra si, e abrir o coração para aquilo que nos faz bem, nada mais é que amar acima de tudo a si mesmos. E eu – desculpem se parece egocentrismo – aprendi a me amar muito.

Pra ser feliz não é preciso um grande amor, sorte no jogo, um emprego dos sonhos, uma conta bancaria milionária. Na minha opinião felicidade verdadeira é paz de espírito, tranquilidade no coração, reconhecer a grande dádiva que é estar vivo, ter saúde, amigos, ter o que comer e um teto para nos proteger da chuva.

Seja você a transformação que você quer pra sua vida, corra atrás dos seus sonhos, se divirta, ria. Faça uma coisa que gosta todos os dias, faça a sua própria sorte, seja você o seu milagre.

Adeus tristezas, adeus negatividade, adeus a tudo o que me fez mal em algum momento. Seja bem-vinda alegria, e você, Felicidade, pode vir com tudo!