Dem̩ter Рa deusa da colheita

A bela deusa Deméter era uma das irmãs de Zeus. Uma das que foram engolidas por Cronos e salvas pelo senhor do Olimpo. Ela esteve ao lado dos irmãos na batalha contra os Titãs, e quando, finalmente estes foram derrotados, Deméter foi uma das deusas que foram habitar o Olimpo.

A guerra, porém, devastara a terra, e a humanidade estava morrendo de fome. Deméter que amava os prados verdejantes e os animais, ficou encarregada de cuidar das planícies e florestas do mundo. A deusa ficou feliz com sua nova tarefa, e rapidamente tudo aquilo que havia sido destruído deu lugar à verdes prados, árvores encheram-se de frutos e tudo se tornou bonito e cheio de vida novamente. Deméter era considerada a deusa da agricultura e da colheita, aquela que fornecia a terra fértil e alimento à humanidade. Seu principal símbolo era o trigo, que por muitas vezes trazia entrelaçado em seus cabelos.

Tudo se tornou próspero novamente, e a humanidade começou a aumentar lentamente. Nesse período, o homem ainda não havia aprendido a lavrar a terra, era selvagem e ainda morava nas cavernas, lutava contra animais ferozes e se alimentava de frutas que colhia e eventuais animais que conseguia caçar. Quando não havia mais nada o que comer, os homens se deslocavam, vivendo como nômades. Às vezes tribos lutavam entre si para disputar determinada terra.

[nggallery id=11]

Observando como as coisas andavam, Deméter ficou tentando procurar uma solução. Logo não haveria mais de onde tirar o alimento. Foi então que a deusa decidiu se disfarçar de camponesa e se pôs a trabalhar em um campo. Plantou, regou, adubou o campo repetidas vezes, mostrando para os outros o trabalho que fazia. Houve resistência, muitos não compreendiam o que ela fazia, e a achavam louca. Mas alguns foram observando e aprendendo e se puseram a trabalhar também. Não demorou muito e se viu o resultado, uma colheita abundante.

Assim, as tribos começaram a se fixar, e o homem deixou de ser nômade. Agora plantava, colhia e viva de seu próprio trabalho. E graças à Deméter, aquela que ensinou a agricultura aos homens, nasceram as primeiras civilizações.

Deméter também era uma mãe dedicada. Tinha uma linda filha chamada Perséfone, que foi raptada por seu irmão Hades, que caiu de amores por ela. Deméter sofreu muito com a perda da filha, que lhe era restituida apenas durante seis meses do ano. Mas sobre este rapto e como surgiram as estações do ano, eu conto para vocês mais tarde. 😉

One Comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>