Meia-Noite em Paris – dica de filme que tem tudo a ver com arte

A cada quinze dias contarei para vocês um pouco da história da arte. Semana passada iniciei esta série com o post sobre a arte da pré-história e na próxima semana falarei sobre a arte da Mesopotâmia.

Enquanto o próximo “capítulo” não chega, fica a dica de um filme super bacana, que muitos já devem ter visto, mas que sempre vale à pena assistir: Meia-Noite em Paris (Midnight in Paris), de Woody Allen, do ano de 2011.

O filme é uma comédia leve e descontraída sobre um escritor americano chamado Gil que viaja a Paris com sua noiva e sogros. Gil é um sonhador incorrigível que adora Paris e deseja se tornar um grande escritor como seus ídolos Ernest Hemingway, F. Scott Fitzerald, Gertrude Stein, etc. Incompreendido por sua noiva, Gil decide fazer um passeio noturno por Paris. Neste passeio, ao dar meia-noite, o escritor é transportado para a Paris de 1920, época que ele considera a melhor de todas. Para ele a década de 20 era a década de ouro. A década de 20 é importantíssima para a arte moderna, como é sabido, e Paris era o grande centro onde tudo acontecia.  Nessas viagens no tempo Gil frequenta varias festas onde conhece inúmeros intelectuais e artistas que frequentavam a cidade da luz naquela época, como seus escritores favoritos, e com eles figuras importantíssimas da história da arte como Picasso e Salvador Dalí.

O filme é simples e ao mesmo tempo mágico e dá pra reconhecer perfeitamente o estilo de Woody Allen de contar uma história. Entretenimento leve e descontraído. Vale a pena ver e rever.

 

Eddie the Head na Sapucaí – Carnaval 2013

Edward the Head, o zumbi mais querido entre os fãs de Heavy Metal, mascote do Iron Maiden, mais conhecido como Eddie foi parar na Escola de Samba Mocidade Independente de Padre Miguel.

Soube recentemente através de uma notinha no site Whiplash, e ainda não consigo definir meu sentimento em relação ao fato.

O Eddie vai dar as caras no nosso carnaval, pois a escola Mocidade tem como tema uma homenagem ao Rock in Rio, e vai contar na avenida a história do festival. Segundo o blog do Rock in Rio, a escola que desfilará no domingo dia 10 de fevereiro, vai trazer no carro alegórico que representará a primeira edição do festival (1985) duas esculturas com quase 5m de altura cada.  As esculturas serão articuladas e dentro das peças um profissional será responsável pelos movimentos.

O Eddie na capa do álbum do Iron Maiden "Somewhere in Time" e abaixo a alegoria que está sendo preparada pela Mocidade Independente de Padre Miguel.
O Eddie na capa do álbum do Iron Maiden “Somewhere in Time” e abaixo a alegoria que está sendo preparada pela Mocidade Independente de Padre Miguel. No lugar da arma, Eddie carrega um microfone.

Bom, uma coisa que não podemos negar, é que a Mocidade tem uma tradição de carros alegóricos super bacanas, cheios de movimentos e surpreendentes. Acredito eu que a escola fará jus ao nosso querido Eddie the Head, e consequentemente, uma homenagem bonita ao Iron Maiden. Vamos torcer =)

E vocês, o que acham desta mistura de samba com metal?

Christian Louboutin РPescaria ̩ tema da Campanha Primavera/Veṛo 2013

Ah, os mágicos e desejados pares de Louboutin… esses sapatos de sola vermelha, cobiçados por toda mulher vaidosa que se prese e custam os olhos da cara, mas que se pudermos fazer sacrifícios por eles, faríamos (Carrie Bradshaw que o diga, afinal sua paixão por sapatos não se limitava aos maravilhosos Manolos Blahnik). Quando eu crescer terei um par. Fato.

Christian Louboutin lançou a poucos dias atrás a campanha de sua nova coleção de Primavera/Verão 2013 e o resultado é, no mínimo, bem humorado.

O tema é a pesca e os sapatos e bolsa são mostrados pendurados em varas de pescar, como se fizessem parte do anzol. O clima lúdico da última foto deixa tudo bem mais claro. A mocinha parece ter pescado um peixão graças ao seu Louboutin, e exibe o “prêmio” orgulhosa, pousando ao lado de sua vara de pescar. Esperta a moça.

 

Christian Louboutin - Campanha Primavera-Verão 2013

Christian Louboutin - Campanha Primavera-Verão 2013

Christian Louboutin - Campanha Primavera-Verão 2013

Christian Louboutin - Campanha Primavera-Verão 2013

Christian Louboutin - Campanha Primavera-Verão 2013

Christian Louboutin - Campanha Primavera-Verão 2013

 

Será que se eu andar por aí com um par desses nos pés consigo pescar um peixão desses também? Estou muito tentada a experimentar… (peraí que vou vender um rim, fazer um crediário, ou qualquer coisa do gênero.)

Fonte: Footwear fishing with Christian Louboutin – Vogue Paris

 

Hades – o senhor do submundo

Zeus ficou com os céus, Poseidon ficou com o mares e a Hades coube o mundo subterrâneo.

Hades, que fecha a tríade dos três grandes, é considerado por muitos um deus mau. Não é bem assim. Muito pior Ares, que incitava as guerras sangrentas e curtia bastante cuidar pessoalmente da morte de soldados e civis, mandando suas almas para Hades julgar.

Mas, por causa de seus domínios, Hades era muito temido pelos mortais sim, afinal ninguém sabe o que acontecerá conosco após a morte, e este medo também existia entre os gregos.

Nas histórias, Hades, como deus supremo do submundo, julgava todas as almas que vinham a seu encontro. Hades não era a morte em si, ele não ia buscar almas. Ele apenas as recebia, e precidia o julgamento das mesmas, determinando se deveriam passar a eternidade pagando pelos seus erros ou se seriam tratados de forma mais branda. Raramente deixava o mundo das sombras, e quando fazia usava um elmo que lhe proporcionava invisibilidade. Era um deus discreto e quieto no canto dele e raramente interferia nos assuntos dos mortais e do Olimpo. Ao contrário do que é contado em Percy Jackson e no filme Fúria de Titãs.

Hades em Percy Jackson
Hades em Percy Jackson
Ralph Fiennes como Hades em Fúria de Titãs
Ralph Fiennes Рvulto Voldemort Рno papel de um Hades malvaḍo e amargurado em F̼ria de Tiṭs

Uma das poucas vezes que deixou o submundo foi por amor. Um dia observando lá de baixo a superfície, viu pela primeira vez a filha de sua irmã Deméter, a bela e pura Perséfone, que colhia flores. A jovem e bela deusa, filha de Deméter (deusa da colheita), se ocupava principalmente da flora . Hades ao observar sua beleza, se apaixonou perdidamente e quis fazê-la sua rainha. Foi até Deméter e pediu à irmã que concedesse à ele a alegria de casar-se com Perséfone. Mas Deméter não queria este casamento, pois sabia que, uma vez indo para o submundo, Perséfone não retornaria de lá e ela não poderia mais ver a filha.

Hades, com seu coração apaixonado, não se deu por vencido e, diante da recusa, esperou que Perséfone estivesse sozinha e a raptou com sua carruagem sombria levando-a para o seu reino, o reino dos mortos. Quando Deméter se deu conta do sumiço de sua filha, começou a procurá-la pelos quatro cantos do mundo, desesperada, até que descobriu o que aconteceu. Com isso entrou em profunda tristeza, e foi nesse momento que o mundo conheceu o inverno.

Escultura de Bernini: O Rapto de Perséfone.
Escultura de Bernini: O Rapto de Perséfone. Nos detalhes, vemos o inseparável servo de Hades, Cerberus, o cão de três cabeças.

Antes só existia uma estação do ano, a primavera. As colheitas eram fartas, as matas verdejantes, e os jardins floridos. E quem mantinha tudo assim era Deméter. Com o rapto de sua filha, seu coração ficou em pedaços e a tristeza da deusa era refletida na natureza. Deméter foi até Zeus pedir sua ajuda, mas apesar de ter se apiedado da irmã, não havia muito que poderia fazer, uma vez que Perséfone havia comido a romã oferecida por Hades, fruto símbolo do casamento e que mantinha os dois unidos para sempre.

Como Deméter estava inconsolável, e com isso a situação dos humanos se tornava cada vez mais escassa – acabaram-se as colheiras e o mundo estava em um inverno que parecia não ter fim – Zeus conseguiu um acordo com Hades. Assim chegou-se a um acordo: Durante seis meses do ano Perséfone ficaria com seu marido no submundo. E durante os outros seis meses Perséfone passaria junto à mãe.

O período passado com Deméter corresponde à Primavera e ao verão, e o período passado com Hades – quando Deméter cai em tristeza novamente – corresponde ao Outono e ao Inverno.

Ao contrário do que pode se pensar, apesar de sentir falta do mundo aqui de cima, Perséfone vive feliz com o marido no submundo. Ela o ama e o respeita e tem a sorte dele ser o mais fiel dos 3 poderosos irmãos, dois dos quais adoram uma pulada de cerca. Vale ressaltar que, ao contrário do que é mostrado em Percy Jackson também, Perséfone é doce e meiga, bem diferente da ninfomaníaca mostrada no filme. 🙂

Mas voltando a Hades. O deus foi representado nas esculturas sempre muito parecido com Zeus e Poseidon. Ele não era muito retratado pelos artistas devido ao medo, mas se justificava também pela sua invisibilidade. Das poucas vezes que foi representado era como um deus muito sério (um pouco aborrecido), de cabelos espessos e barba longa como a seus irmãos, mas sem quase ornamento algum e acompanhado de seu cão de três cabeças, o temido Cérbero. Este era o cão que protegia os portões do submundo, impedindo que almas saíssem de lá sem permissão.

Estátuas representando Hades
Estátuas representando Hades

 

Semana que vem vamos falar de coisas mais amenas, afinal o Carnaval tá chegando e nada poderia combinar melhor com o carnaval do que  Dionísio (Baco para os romanos), deus das festas, dos vinhos, da bebedeira, da alegria, e, por que não, do Carnaval. 😉

Bonecos colecionáveis para deixar a decoração mais divertida

Os objetos de decoração andam cada vez mais divertidos. É claro que depende do gosto de cada um, mas ultimamente, tem surgido cada vez mais objetos lúdicos. Muito se deve às culturas pop, geek e ao resgate do passado com a onda vintage que nos acompanham há alguns anos.

O bacana é que, o que antes era considerado kish, pode não ser mais tão kish assim. Pode-se perfeitamente garimpar por ai objetos super legais que tempos atras poderiam ser considerados de gosto duvidoso, mas hoje não mais.

Mas vamos voltar ao assunto. Eu confesso: sou geek e me apaixonei perdidamente por essa incontável coleção de bonequinhos Actions Figures estilizados que certa vez vi em uma loja e fiquei morrendo de vontade de ter. Dois problemas nisso: o fato de serem lindos me faz querer ter vários deles e o fato de não serem nada baratos, me obrigam a ter que escolher um só. Tortura em dose dupla que decidi dividir com vocês 🙂

Os bonecos do fabricante inglês Weenicons são todos baseados em figuras da cultura pop, músicos, personagens de filmes e séries, etc.
O design dos bonecos colecionáveis é estilizado, fazendo com que até o Jason de Sexta-Feira 13 pareça fofo. Vejam abaixo alguns deles (de uma infinidade! ficou super difícil escolher apenas alguns pra mostrar aqui.)

Weenicons da Audrey Hepburn em Bonequinha de Luxo e Rocky Balboa
Weenicons da Audrey Hepburn em Bonequinha de Luxo e Rocky Balboa
Weenicons do Elvis, Madonna, Amy Winehouse e Gene Simmons, do Kiss
Weenicons do Elvis, Madonna, Amy Winehouse e Gene Simmons, do Kiss
Weenicons do Jason de Sexta Feira 13, o Exeminador do Futuro, Scarface e Edward Mãos de Tesoura
Weenicons do Jason de Sexta Feira 13, o Exeminador do Futuro, Scarface e Edward Mãos de Tesoura
Weenicons do Michael Jackson em Thriller. Normal e versão zumbi.
Weenicons do Michael Jackson em Thriller. Normal e versão zumbi.
Weenicons Pulp Fiction
Weenicons Pulp Fiction

Um pecado serem tão caros. Mas, como nem tudo são más notícias, encontrei esses bonequinhos da marca Funko, da coleção POP!, que, apesar das devidas diferenças, são tão legais quanto os Weenicons, e ainda por cima mais acessíveis.

Boniquinhos Funko POP! de Ozzy Osbourn e Gene Simmons do Kiss
Boniquinhos Funko POP! de Ozzy Osbourn e Gene Simmons do Kiss. O Ozzyn infelizmente (ou felizmente) não vem com morceguinho.
Boniquinhas Funko POP! da She-Ra e da Mulher Maravilha
Boniquinhas Funko POP! da She-Ra e da Mulher Maravilha
Boniquinhos Funko POP! do Jack Sparrow de Piratas do Caribe e Dorothy do Mágico de Oz.
Boniquinhos Funko POP! do Jack Sparrow de Piratas do Caribe e Dorothy do Mágico de Oz.
Boniquinhos Funko POP! de Game of Thrones: Daenerys e Drogo
Boniquinhos Funko POP! de Game of Thrones: Daenerys e Drogo
Boniquinhos Funko POP! dos personagens de The Walking Dead
Boniquinhos impagáveis Funko POP! dos personagens de The Walking Dead, com direito a zumbis e tudo mais =)

Acho que já até escolhi qual quero ter… ou não, não sei… ai que duvida! 🙂

Vermelho!

Make up do desfile de Alta-Costura da Dior Primavera Verão 2013

 

A inspiração da semana está no vermelho, a cor que deu o que falar na semana de alta-costura de Paris na última semana. O desfile da Dior trouxe para a passarela uma beleza de lábios marcados em cristais vermelhos.

A cor intensa é belíssima, representa paixão, mas é sempre bom ter cuidado na hora de usar para não ficar vulgar. Adoro a cor vermelha, principalmente se for mais fechado, indo pro vinho. Mas tem quem goste do vermelho mais alaranjado. E vocês, curtem a cor? Abaixo umas fotos bem bacanas encontradas no pinterest. Olhem que lindas!

334633ffa3f8f74c84f162b98aae0fb8

28919f6db35d00ab71688f97be461938

2d6bc817ad0b7a41dac9cc2086bf260e

153b92b9e7aba86e32d24fe83055fc99

4a7940ad8d5d123147dbab2884ed2695

4b23cc5f5abcd96feba506fdab6dd825